PCCR DA ASSEMBLEIA Servidores efetivos são protagonistas de documentário

PCCR DA ASSEMBLEIA Servidores efetivos são protagonistas de documentário

Para quem quiser saber todos os detalhes desta produção que emocionou a todos, pode assistir o documentário completo por meio da TV Assembleia, canal 57.3.

Um registro especial para guardar na memória e no coração. É assim que os 78 servidores efetivos da Assembleia Legislativa de Roraima, contemplados com o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração,(PCCR), aprovado em dezembro passado, avaliaram o documentário que mostrou toda a trajetória destes profissionais durante a batalha de construção até o momento da aprovação.


O filme de pouco mais de dez minutos de duração, foi exibido na manhã desta sexta-feira, 17,para os servidores no plenário Noêmia Bastos Amazonas. A produção foi realizada pela Superintendência de Comunicação do Poder Legislativo, por meio da TV Assembleia, canal 57.3.


Uma das histórias contadas e que tirou lágrimas dos presentes foi a da servidora Michele Martins, que antes de começar a trilhar a carreira de servidora pública, ganhava o pão de cada dia trabalhando como frentista em um posto de combustível. Ela conta que desde a aprovação no concurso, em 2010, a vida mudou porque pode dar uma vida melhor para a mãe e para o filho. Hoje, após a aprovação do PCCR, as conquistas aumentaram.


“Fico emocionada, foi muita luta, eu sei o quanto batalhei para conseguir passar no concurso. Realmente foi desse jeito, chegava ao posto de gasolina, e entre um atendimento e outro, conseguia estudar. Depois que entrei aqui [na Assembleia Legislativa], pude ajudar minha família”, contou Michele.


Questionada sobre como é ser funcionária efetiva da Casa Legislativa, ela abriu um sorriso e disse: “Hoje é só benção, são muitas coisas boas, minha vida melhorou, agora tenho tempo para família, para estudar, terminei a faculdade, fiz pós-graduação, tudo melhorou em todos os sentidos”, disse Michele, emocionada.

Outra história contada na produção foi a da secretária executiva Kelly Prints. Ela fez parte da comissão que trabalhou na construção do PCCR, e analisou o documentário dizendo que a produção realmente contou a história de vida e luta desses servidores e o trabalho da comissão.


“Foi árduo, 100 dias de trabalho, não tem preço, os servidores que estão aqui, sabem da batalha, foram 20 anos tentando aprovar PCCR aqui na Casa, e esse sonho virou realidade”, disse a secretária executiva, ao afirmar que irá guardar o documentário com muito carinho e compartilhar com a família.


O documentário - A repórter Daniela Meller, que esteve à frente da produção, junto com uma equipe de mais de dez pessoas,revelou como tudo começou. Segundo ela, o ponto de partida foi pauta repassada pela Superintendência de Comunicação.


“Com a pauta em mãos fomos a campo, levamos mais de uma semana para produzir, acompanhamos o dia a dia de duas servidoras, inclusive a Michele Martins emocionou demais a gente, pela garra e determinação. Ela ajudava a mãe que morava em uma casa de madeira que alagava todo ano, e eles perdiam tudo. Hoje a realidade é outra, ela deu uma casa de alvenaria para a família, mas ainda tem outros sonhos”, detalhou a repórter.


O projeto de lei que trata do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos servidores da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima foi sancionado no dia 29 de dezembro de 2016, pelo executivo estadual. A Lei beneficia 78 servidores, alguns com mais de 20 anos de serviço. O presidente da Casa Legislativa, Jalser Renier (SD), considera que esta é uma conquista de todos e o documentário vai eternizar esta vitória.


Renier agradeceu mais uma vez a colaboração de todos os deputados que apoiaram a conquista desses servidores que hoje são os protagonistas deste documentário, e que os vinte anos de espera se transformaram em conquistas. “Hoje eles possuem mais perspectivas, com condições de salários melhores, existem casos de pessoas que tiveram salários dobrados e até triplicados. Este documentário é o reflexo de um trabalho harmônico que nós construímos”, analisou o presidente.


Para quem quiser saber todos os detalhes desta produção que emocionou a todos, pode assistir o documentário completo por meio da TV Assembleia, canal 57.3.   

Por Tarsira Rodrigues
SupCom/ALE-RR

Quinta, Março 23, 2017

Comemoração 25 Anos ALE-RR

Denúncia Virtual

PlenárioRR

Ordem do Dia