A Escola Estadual Severino Cavalcante, localizada no bairro Silvio Botelho, zona Oeste de Boa Vista, é mais uma instituição a receber o Cine ALE Cidadania, um programa da Assembleia Legislativa de Roraima (ALERR), que leva educação por meio da 7ª arte, o ‘cinema’. Os estudantes irão assistir ao filme Thor: Ragnarok, no cinema Super K, com direito a muita pipoca e diversão, nesta terça-feira, 14, a partir das 14h.

O gestor da escola, Odimar Ferreira, acredita que a iniciativa irá contribuir para o processo educacional dos alunos, por meio da inclusão cultural, pois a maioria estará de frente com a ‘telona’, pela primeira vez. “É uma oportunidade única, pois observamos que muitos adolescentes e crianças da nossa comunidade ainda não conhecem uma sala de cinema e agora, por meio do Cine ALE Cidadania, eles poderão ter esse momento de lazer e cultura”, disse.

Ketlen Nadine, 16, é aluna do 1º ano da Severino Cavalcante. Ela contou que já foi ao cinema, mas ir acompanhada dos colegas de sala será mais divertido. “Com a turma é a primeira vez, e a expectativa é grande, porque são os amigos em um lugar especial”, comemorou a adolescente.

A emoção e o entusiasmo também tomam conta do estudante do 9º ano, Josivaldo Fernandes, 15. “Muito legal, bacana, seja qual fosse o filme, o importante para nós será a experiência”, avaliou.

O presidente da Assembleia, deputado Jalser Renier (SD), é o idealizador do projeto Cine ALE Cidadania e para ele cada escola atendida representa um aprendizado.

“O Cine ALE Cidadania ajuda a desenvolver a sensibilidade para as artes, muitas vezes promovendo aos adolescentes o primeiro contato com o cinema. O programa também pode ser considerado uma importante ferramenta educacional.  É uma oportunidade de os estudantes terem contato com a 7ª arte e também de alegria e interação com os colegas, é um momento de diversão”, afirmou Jalser Renier.

A sessão de cinema coletiva está marcada para esta terça-feira, 14 de novembro com saída da escola prevista para as 13h30. Minutos antes de iniciar o filme, os estudantes irão assistir a um documentário sobre gravidez na adolescência de aproximadamente oito minutos.

Tarsira Rodrigues