Com foco na alimentação saudável e prevenção a diversos tipos de doenças, entre elas o câncer de mama, a Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa de Roraima, realizará este mês, uma série de ações alusivas à campanha ‘Outubro Rosa’ que neste ano completa 27 anos de criação.

A programação consiste em palestras, blitzen educativas, além de orientação jurídica e clínica para a população em geral. No dia 27, a partir das 9h, no plenário Valério Magalhães, na sede do Poder Legislativo, haverá a exibição do filme ‘Câncer de Mama’, aberto ao público. No sábado (28), juntamente com o Núcleo Ampliado de Saúde da Família, a Procuradoria participará de uma ação na escola Estadual Ovídio Dias, na Vila Brasil, no município de Amajari. Para fechar, no dia 29, a equipe multidisciplinar do Chame (Centro Humanitário de Apoio a Mulher) estará na Feira do Garimpeiro, localizada no bairro Asa Branca.

Segundo a procuradora Especial da Mulher, deputada Lenir Rodrigues (PPS), as ações de prevenção ao câncer de mama, além dos direitos das mulheres, acontecem durante todo o ano, mas ganha um reforço em outubro. “Nós não deixamos para fazer essa ação somente no ‘Outubro Rosa’, nós intensificamos as campanhas”, disse. Falou ainda sobre a importância da realização do autoexame nas mamas e da procura imediata de acompanhamento especializado.

A parlamentar ressaltou ainda a parceria da Procuradoria com a Liga Roraimense de Combate ao Câncer nas orientações, palestras, informações e atendimentos. “Também recolhemos lenços e doamos para a Liga que sempre é a nossa parceira”, contou.

Para 2017, a campanha terá como direcionamento, mostrar os caminhos para uma alimentação e vida mais saudável. A procuradora especial da mulher adjunta, Sara Patrícia Farias, revelou que as chances de uma pessoa desenvolver câncer caem 30% quando ela busca viver de forma mais saudável.

“Estaremos na Feira do Garimpeiro no último domingo do mês, com uma equipe de profissionais, levando orientações, fazendo uma blitz educativa e levando a questão dos alimentos que são necessários e que combatem o câncer na questão da prevenção”, colaborou. Além disso, lembrou, haverá uma equipe com informações sobre os direitos jurídicos da mulher com câncer.

Yasmin Guedes